UPDATE:

O que escrevemos anteriormente não é verdadeiro!!!

Fomos induzidos em erro com uma fonte internacional de notícias, aparentemente dada como uma fonte fidedigna, pois tem uma pagina verificada pelo Facebook.

Após recebermos uma notificação do Facebook de que site Obervador verificou o nosso erro, decidimos repor a verdade tendo em conta que trabalhamos no sentido de trazer informações verdadeiras, úteis e de inspiração para os nossos seguidores.

A notícia não só não é verdadeira, como é exactamente o contrário, pois as pessoas que vivem num ambiente desorganizado têm tendência a ter opções de alimentação menos saudáveis. Ora uma vez que isto acontece, qualquer pessoa entende, que um dieta equilibrada é a chave para uma vida saudável.

O estudo encontrado pelo site Observador é datado de 2013 e foi publicado na revista Psychological Science. Homens e mulheres foram incluídos neste estudo, não apenas mulheres como referimos anteriormente. Além disso o estudo anteriormente referido que supostamente foi realizado pela Universidade do Minnesota, não foi encontrado.

“São pessoas que normalmente toleram mais a ambiguidade e valorizam muito a liberdade.”

De acordo com as informações divulgadas no site Observador, a desorganização está relacionada a pessoas com características menos positivas e com comportamentos destrutivos. São pessoas que normalmente toleram mais a ambiguidade e valorizam muito a liberdade.

O estudo realizado pela Universidade do Minnesota foi baseado em experiências de homens e mulheres para perceber se os ambientes desorganizados lhe causavam algum incómodo ou se era completamente indiferente.

Foram criados dois tipos de ambiente: o primeiro uma sala com mesas completamente limpas ou com papeis e livros todos organizados. A outra sala com a mesma iluminação e disposição de móveis mas com objectos deixados aleatoriamente pelo chão e pelas mesas.

“Por outro lado nem tudo é negativo, as pessoas em ambiente desorganizado mostraram que a nível criativo tem mais capacidades (…)”

Neste dois tipos de ambientes as pessoas foram sujeitas a tomadas de decisões e sem dúvida que aquelas que estavam num ambiente arrumado e organizado fizeram as melhores tomadas de decisão. Em termos de alimentação, optaram por fruta ao invés de chocolate e também foram mais generosas com uma instituição de caridade. Por outro lado nem tudo é negativo, as pessoas em ambiente desorganizado mostraram que a nível criativo tem mais capacidades e são mais “abertas” a experimentar coisas novas e diferentes do habitual.

A conclusão a que chegamos é que de facto estar num ambiente desorganizado terá as suas coisas positivas sim, para aqueles que toleram esse tipo de ambientes e são pessoas que trabalham muito com o processo criativo. No entanto, normalmente está relacionado com pessoas que têm os seus próprios princípios de vida e que comem o que lhes apetece, sem olhar se faz bem ou mal saúde, acabando por tomar decisões erradas nesse campo.

Em nome da nossa equipa, agradecemos ao site Observador por nos chamar atenção para este nosso erro e esperamos que todos os nossos seguidores sejam compreensivos e tenham em conta que somos influenciados também por outros sites que publicam o mesmo tipo de artigos. No momento em que pesquisamos sobre isso, encontramos a mesma informação em vários sites, o que nos fez assumir que de facto seria verdade.

_____________________________________________________________________

O artigo ERRADO que tínhamos publicado inicialmente:

Título anterior: As mulheres desarrumadas são mais saudáveis e têm menos rugas

A ciência confirma isso! Essas roupas largadas ao redor da sala ou empilhadas na cadeira têm uma excelente razão de ser.

Sabemos que, desde pequenos, somos ensinados a ser muito arrumados e manter todo o nosso quarto impecável. No entanto, quando começamos a crescer, definimos o tipo de mulher que nos tornaremos e se seremos um desastre ou não.

Quando somos pessoas desordenadas considerá-lo quase uma falha, mas a verdade é que a ciência tem vindo a defender todos aqueles que nos fez sentir mal nunca, apoiar melhor deixar a sala como um chiqueiro.

Um estudo da Universidade de Minnesota, disse que as mulheres que têm o hábito de ser um desastre completo em termos de ordem, seria mais saudável do que aqueles que manter tudo absolutamente no lugar.

A conclusão do estudo revelou que as mulheres desordenadas têm melhor saúde física e mental. Um exemplo disso é que eles têm um risco menor de sofrer um ataque cardíaco porque não sentem estresse pela ordem e deixam tudo seguir seu curso.

Por outro lado, também mencionaram que existe a possibilidade de haver menos rugas, pois o processo de envelhecimento desacelera, pois não é considerado como alguém que não se preocupa com sua higiene.

Ao mesmo tempo, a coisa mais importante é que as pessoas que têm tudo bagunçado são mais criativas e podem ser inspiradas mais rapidamente do que aquelas que não o fazem.

Finalmente, é menos provável que adoeçam do estômago porque o nível de raiva, raiva ou estresse é menor, permitindo que o corpo funcione adequadamente.

Então você decide, ouve a ciência ou continua como Marie Kondo e seu método de jogar tudo para manter uma ordem quase perfeita. Pelo menos eu acho que não exigir muito pode nos manter mais saudáveis.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS