Isto parece surreal, mas aconteceu de verdade. Uma mulher fazia-se passar por um homem com problemas de saúde a precisar de uma transplante de coração para extorquir dinheiro às pessoas. Ela contactava outras mulheres com cerca de 30 anos e financeiramente estáveis. Como a imagem usada era de um homem aparentemente bonito era fácil convencer as mulheres a enviarem dinheiro para os supostos tratamentos.

Uma das suas vítimas foi a farmacêutica Caroline Leal do Rio de Janeiro, que tinha terminado a sua relação de 16 anos há pouco tempo. Recebeu uma mensagem no Instagram dizendo que estava super doente e que precisava de fazer um transplante de coração. Ela afirma em entrevista que o que a levou a cair na embuscada foi o facto de estar psicologicamente perturbada com o fim da sua relação.

E esta era mais uma estratégia para a mulher conseguir extorquir dinheiro às pessoas.

E assim conseguiu convencer Caroline a enviar 7,5 mil reais para a conta da suposta irmã do homem doente, que na verdade era a mulher por de trás deste esquema todo. A imagem que a mulher usava no perfil falso era de Daniel Miranda, que não fazia a mínima ideia do que se estava a passar.

Quando mais tarde Carol se apercebeu que se tratava de um crime, tentou encontrar o dono da foto, ele precisava de saber o que se estava a passar, pois era a imagem dele que estava a ser usada. Ela conta que teve a ajuda de outras mulheres que também foram enganadas para conseguir encontrar Daniel.

Depois de alguns meses à procura daquele homem, quando ela o encontrou, descobriu que se tratava de um músico de Florianópolis.

E então contou-lhe tudo o que se estava a passar. Ele afirma que ficou com muito medo quando recebeu as primeiras mensagens, mas depois em conversa com Caroline foi ganhando confiança.

Mais tarde Caroline foi até Santa Catarina para conhecer Daniel, depois de tudo o que aconteceu ela sentia que precisava disso. Passaram o fim de semana juntos, e pumba, apaixonaram-se, a hora da despedida foi o momento mais doloroso, pois estavam longe um do outro.

Daniel afirma: “A gente sabia que a distância poderia ser difícil, mas tanto eu como ela deixamos fluir a cada mês que passava. Ela veio me ver e depois fui pro Rio algumas vezes. Conhecemos nossas famílias, e assumimos publicamente o namoro no dia 27 de Outubro do ano passado quando postei nossa primeira foto nas redes sociais.”

Mas no final do ano passado, precisamente na passagem de ano, Daniel pediu Carol em casamento.

“Foi surpresa! Ela nem a família sabiam, Carol chorou horrores”, diz o músico.

Apesar de toda a envolvência entre a história dos dois, eles tiveram um final feliz, e graças a este crime conseguiram conhecer-se.

Mas não esquecemos que todas estas pessoas que se fazem passar pelo que não são, estão a cometer um crime grave, e precisamos de denunciar este tipo de coisas para acabar com isto.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS