Aos 8 anos, Xóchitl Guadalupe Cruz notou que as pessoas de sua comunidade cortam árvores para obter lenha e aquecer a água em suas casas. Aquecedores a gás são muito caros, então eles não poderiam comprá-los.

O pequeno estava preocupado com o corte indiscriminado e queria fazer algo para reduzi-lo e assim ajudar o planeta e também as pessoas a ter banhos de água quente a baixo custo, disse ele à Imagen Noticias. Depois, com as próprias mãos e engenho, construiu um aquecedor solar com materiais reciclados.

A invenção tem duas portas de vidro, mangueiras de saída que se conectam com barcos, uma mangueira que vai para a banheira e garrafas. Parece “simples”, mas requer trabalho. Ela fez isso em apenas duas semanas. Até agora, ele ajudou várias pessoas de Chiapas, no México, onde Xóchitl mora.

E a garota acaba de ganhar um importante reconhecimento por seu projeto. O Instituto de Ciências Nucleares da UNAM, deu-lhe o prémio que dá às mulheres que realizaram atividades científicas de destaque.

“Estou muito feliz com o prémio, nunca imaginei que chegaria lá”, disse a menina ao canal local. Em sua tenra idade mostra sua grande inteligência e poder. Assim como ela, todas as meninas e meninos são capazes de conseguir qualquer coisa. É um ótimo exemplo.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS