Quando pensamos na palavra “liberdade”, o animal que, provavelmente, nos vem mais rapidamente à cabeça é o pássaro, correcto? Pois ele tem um dos dons mais extraordinários de sempre: voar.

Ele voa pelo ar e fica com mundo a seus pés.

Mas para ironia deste facto os humanos lembraram-se que os pássaros podem e devem ser mantidos em cativeiro para poderem ser nossos animais de estimação.

Pura estupidez, os humanos não entendem que se eles tem asas, elas foram feitas para eles lhes darem uso. Mas o humano vai ser sempre assim, querer dominar a todo o custo, contra tudo e contra todos.

“Ah e tal, algumas espécies se andassem na rua não sobreviviam muito tempo”, dizem por aí muito entendedores sobre pássaros. Eles talvez não sobrevivam muito tempo, porque muitos deles já nasceram em cativeiro o que significa que não houve período de adaptação, como qualquer outra espécie, eles precisam de um período de adaptação para aprender a sobreviver.

Mas felizmente, nas Índia, existem políticas muito diferentes em relação aos animais.

Por exemplo lá, eles não permitem que os cosméticos sejam testados em animais, e desta vês tomaram outra decisão: banir o encarceramento de pássaros em gaiolas, uma decisão histórica.

‘Tenho claro em minha mente que todos os pássaros têm os direitos fundamentais de voar nos céus e que os seres humanos não têm o direito de mantê-los presos em gaiolas para satisfazer os seus propósitos egoístas ou o que quer que seja”, afirma Manmohan Singh, o juiz responsável pela decisão.

Apesar de já terem sido muito criticados por tomar esta decisão eles afirmam que os pássaros merecem viver com dignidade e não devem ser submetidos a maus tratos por parte de ninguém. Afinal que gostava de viver enjaulado uma vida inteira? Ninguém né? Portanto vamos lá tratar os animais como gostaríamos que nos tratassem a nós!

Uma decisão que merece todo o nosso apoio e que futuramente se replique por todo o mundo!

Se eles tem asas deixem-nos voar!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS