Na sociedade actual ler e escrever é quase como aprender a falar e andar, são coisas quase obrigatórias e é quase visto como algo natural que faz parte do nosso processo de crescimento e aprendizagem.

Embora felizmente esta seja uma realidade para muitos, nem sempre foi assim e nem, mesmo actualmente, é assim para algumas pessoas que moram em países mais pobres e menos desenvolvidos.

Para alguns a educação ainda é considerada um luxo.

É triste esta realidade no tempos de hoje, mas algumas pessoas mesmo já com uma certa idade, depois de muito trabalharem na vida e juntar algum dinheiro, não desistem dos seus sonhos, como é o caso desta idosa.

Esta senhora chama-se Duzinha dos Reis, já completou 104 anos de idade e mora no Maro Grosso no Brasi. Cresceu no interior de Minas Gerais, e como era filha de pais muito pobres ela foi impedida ir para a escola. Naquela época achava-se que isso era algo que só os homens deviam usufruir.

O tempo passou, tronou-se uma mulher e acabou por casar, deixando sempre o seu grande sonho de aprender a ler e a escrever para trás: “Até que tentei, mas meu marido ficou doente e acabei desistindo. O povo ia dizer que eu abandonei meu marido doente. Achei melhor ficar com ele e não estudei mais”, afirma ela.

“(…) porque o seu grande objectivo era ler a Bíblia.”

E a vida foi seguindo, teve os seus filhos, netos e acabou por se reformar, mas o seu pensamento estava sempre em conseguir aprender a ler e escrever, porque o seu grande objectivo era ler a Bíblia.

Uma centena de anos depois, ela viu uma oportunidade de realizar o seu sonho graças a uma professora chamada Sandra Regina que conheceu na igreja e ao Projecto Muxiru, uma iniciativa que pretende promover a alfabetização de adultos e idosos nos municípios de Mato Grosso.

A professora Sandra acrescenta: “Quando montava a turma de alfabetização, eu a procurei para saber se não tinha interesse em estudar e ela aceitou na hora (…) Ela quer escrever seu nome em toda aula, por isso, faço um exercício somente para ela. Outro dia, durante a aula, estava muito frio e as outras alunas estavam reclamando e queriam ir embora mais cedo. Mas ela não aceitou acabar a aula. Disse ter ido para estudar e que iria ficar até o final”.

“(…) através deste projecto maravilhoso que esta senhora conseguiu realizar o seu sonho, apesar da sua idade.”

Este projecto tem um total de 270 horas e foi realizado em parceria com várias igrejas, sindicatos, prefeituras e clubes. E foi assim, através deste projecto maravilhoso que esta senhora conseguiu realizar o seu sonho, apesar da sua idade.

Esperamos motivas todo o mundo a ter iniciativas desta, pois por vezes coisas tão simples para alguns, para outros pode ser a realização de um sonho!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS