Muitos pais acham difícil dar um nome aos seus bebés e muitos são os nomes que passam pela sua mente. O nome de um familiar amado, um amigo ou um nome com significado especial. São muitos os fatores que podem dar origem ao nome de um bebé recém nascido.

Mas o que aconteceu com esta família de Veracruz (no México) é realmente a maneira perfeita de demonstrar como os pais podem cometer um erro quando estão a dar um nome aos seus filhos. Eles queriam chamá-lo de “Thor Alberto”, sim, em homenagem à personagem da Marvel e que é um dos protagonistas da saga de “The Avengers.”

Esses pais foram ao Registro Civil de Tampico Alto, onde Santos Alberto Castillo Maya trabalha, que depois contou a história.

“Efetivamente estes pais queriam que o seu filho recém-nascido se chamasse Thor Alberto”, diz Castillo Maya.

Assim que ele ouviu o nome “Thor” como uma das opções dos pais para o nome do seu filho, ele sentiu a necessidade de dizer algo sobre isso. Porque ser chamado de super-herói pode acarretar riscos que dificultam a vida do recém-nascido.

“Por motivos de orientação geral do Registro Civil temos a indicação de alertar os pais que não devem lhes dar nomes estranhos, os quais depois poderão se tornar vítimas de bullying”, explicou Castillo Maya.

O oficial esclareceu aos pais que não era proibido chamar os seu filho com um nome de super-herói ou da personagem que eles queriam. Na verdade, eles poderiam até chamá-lo de Loki, Goku, Naruto ou o que quer que eles inventassem. Mas que ele, como funcionário do Registo, tinha a obrigação de recomendar nomes mais convencionais, a fim de evitar que futuramente o menino fosse considerado ridículo na escola.

“Felizmente, conversamos com os pais e conseguimos convencê-los a não dar esse nome. O Código Civil não nos proíbe, mas nós temos as instruções estritas para dizer a eles para não lhes dar nomes estranhos ou estranhos”, concluiu o funcionário.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS