O futuro dos nossos filhos depende, em grande parte, do tipo de educação que lhes damos. Contudo, como seres humanos que somos, também cometemos alguns erros que podem mesmo acabar por influenciar negativamente o seu crescimento.

No caso das meninas, estas acabam por já nascer com alguma desvantagem no Mundo, devido simplesmente ao seu género – algo que, felizmente, já começa a mudar aos poucos na nossa sociedade!

No entanto, existem certas coisas que nunca, mas mesmo NUNCA deves dizer a uma filha, principalmente enquanto é pequena e ainda se encontra em fase de crescimento e desenvolvimento! Caso contrário, poderás mesmo prejudicar o seu futuro!

1. “Pára de chorar!”

Todas as pessoas têm direito às suas emoções, por isso quando dizes à tua filha para parar de chorar, estás a dizer-lhe que ela está a ser fraca por derramar algumas lágrimas. Por isso, tenta antes descobrir o motivo por estar assim e conversa com ela, por muito pequeno que seja o assunto.

2. “Estás a fazer tudo errado, deixa que eu faço!”

Por muito difícil que seja resistires em ajudares a tua filha quando ela está com dificuldades a fazer algo ou a demorar mais tempo, é importante para o seu desenvolvimento que ela tente, mesmo que falhe, até conseguir finalmente ser bem-sucedida, ensinando-lhe como ser pró-activa e independente, duas características bastante importantes para o seu futuro.

3. “Não faças isso, vais assustar os rapazes!”

Nunca lhe dês a entender que a opinião dos rapazes é mais importante do que a sua própria, por isso deixa-a fazer o que ela ama, mesmo que seja algo tipicamente masculino.

4. “És mesmo preguiçosa!”

Ser chamada de “preguiçosa” não não faz com que ela se sinta mais motivada a fazer o que quer que seja, por isso, ao invés de a criticares, senta-te com a tua filha e descobre o que se estará a passar!

5. “Estás mais gorda?”

Nenhuma menina deve sentir que está a ser julgada pelo seu peso, independentemente da sua idade.

6. “Estás a ser ridícula!”

Quando não dás importância aos seus sentimentos, estás a dizer-lhe que a maneira como ela se está a sentir não é válida, por isso ouve o que ela te está a dizer e ajuda-a a ultrapassar os momentos difíceis.

7. “Isso não é para raparigas!”

Nunca digas à tua filha para não participar numa atividade que historicamente tenha sido para meninos e não a desencorajes a entrar numa área dominada pelos homens.

8. “Por que é que não podes ser como o(a) teu(tua) irmão(irmã)?”

Nunca compares a tua filha com outra pessoa, principalmente com outra filha ou filho. Ela deve sentir-se bem com ela mesma, sendo genuína e única.

9. “Pára de ser tão carente!”

Ela vai pensar que não pode mais ir ter contigo quando está a sofrer ou a precisar de ajuda, podendo destruir a sua auto-estima e fazê-la questionar as suas emoções.

Traduzido e adaptado pela equipa de Mulher Contemporânea

Fonte: David Wolfe

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS